Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Receitas x Despesas - Setembro/17

Penúltimo dia do mês de setembro, hora de fazer o acerto de contas e verificar se o orçamento caminhou dentro do previsto. Até semana passada, eu utilizava uma planilha que criei no Google Planilhas para controlar os gastos. Era uma planilha simples de receitas e gastos por categorias, além disso, ela calculava porcentagens de aportes. Todos cálculos simples, afinal, não sou nenhum expert em Excel. Eu tinha um carinho especial por ela pois a cada mês que passava, eu ia melhorando-a. E tudo funcionava perfeitamente para o que precisava. Bem, isto até esse mês corrente, momento em que percebi que precisava de algo mais prático. Fui, então, em busca de apps na store do meu celular. Após uma breve busca, encontrei o Minhas Economias, um ótimo aplicativo. Simples, fácil e customizável.  Os dados a seguir foram todos copilados pelo aplicativo. Uma observação, não vou utilizar valores absolutos. Vou utilizar percentuais pois, na realidade, isso que importa. Descrever valores de s

Casa própria - minha dívida saudável

Eu não sei se li em algum lugar ou se eu mesmo inventei este nome para meu débito com o bancão do X. Serei honesto com vocês, quando adquiri meu imóvel, eu não tinha noção nenhuma de finanças. Era um zero à esquerda no que dizia respeito a investimentos. O pouco dinheiro que eu tinha guardado estava na poupança, me dando migalhas mensais. O mais engraçado disso tudo é que eu sabia de tudo a respeito de apartamentos, por influência alheia. Não me lembro de nenhum dia ter pesquisado a respeito mas empiricamente sabia que: "Térreo é ruim" "Nascente é bom porque não tem sol de tarde" "Longe da área de lazer por causa do barulho da garotada" Quando na realidade eu deveria saber: "Quanto estou pagando de juros nesse financiamento?" "Será que vou conseguir manter esse apartamento pelos próximos 300 meses?" "O que vai acontecer se eu atrasar parcelas por conta dos altos e baixos da vida?" Hoje eu até sorri

Alocação de ativos - Setembro/2017

Esta é a composição da minha carteira atualmente: Em ações, possuo duas grandes de seus respectivos setores. ITUB4, praticamente uma potência em fazer dinheiro. Um dos melhores bancos privados listados na nossa Bovespa.  E a construtora EZTC3, que me conquistou pelos seus fundamentos.  Em FIIs, possuo atualmente 9 ativos, divididos em 3 mono-imóvel e 6 multi-imóveis. Pretendia fechar com estes FIIs por um tempo porém fui pego de surpresa pela alta da bolsa. Não deveria ser surpresa mas estou aprendendo aos poucos sobre mercado financeiro rss. Juros com projeção de 7% para o final do ano, possibilidade de aquecimento da economia, reforma da previdência em vias de uma possível aprovação, dentre outros fatores, levaram nossa bolsa ao pico histórico em que se encontra. Com isso, toda minha carteira de FIIs praticamente explodiu. E preciso agora pensar em uma nova estratégia. Não estou vendo vantagens em aumentar posições nos FIIs que já possuo. Os únicos que não subiram

Carteira Setembro/2017

Conforme prometido, eis minha humilde carteira de ativos. Eu possuía mais posição em renda fixa porém quase zerei pelos seguintes motivos: a) Desejo ter ativos que proporcionem renda passiva. Seja por rendimentos através de Fundos de investimentos imobiliários, seja por dividendos de ações; b) Possuo apenas uma pequena reserva na poupança. Minha esposa também possui saldo em Tesouro Selic e poupança. Considero estas aplicações nossa reserva de emergência. c) Sinto-me confortável com a posição que ocupo na renda variável. Mas sinto  que deveria me expor menos. O mercado altista acabando pregando peças na minha cabeça e me leva a pensar que sempre será esta maravilha. Topos sendo quebrados diariamente, bull market a todo vapor, carteira valorizando como nunca... Ledo engano, eu sei. Enfim, de tanto a mídia martelar que reserva de emergência deve cobrir de 6 a 12 meses de gastos, às vezes me pego pensando se deveria aumentar minha posição em liquidez diária. A v

Olá, finansfera!

Há algum tempo venho pensando em voltar a escrever. Assim como muitos, tive um blog quando era febre e todo mundo possuía um. Os tempos foram passando e os blogs perderam seu lugar para o youtube, twitter e redes sociais. Para falar a verdade, hoje em dia muita gente utiliza o facebook como blog pessoal. Sendo mais sincero ainda, considero o facebook um antro de inutilidade porém, este é um assunto para outra ocasião. Decidi, então, voltar a escrever. Existem muitas experiências que podem ser compartilhadas. Ao conhecer os diversos blogs sobre finanças, a chama da escrita foi acesa novamente! Falando um pouco mais de mim. Meu mindset financeiro mudou há mais ou menos dois anos atrás. Época em que tive uma grande realização profissional: passei em um concurso muito concorrido na esfera federal. Com esta aprovação, assumi meu segundo cargo público. Sou da área de saúde (não sou médico, importante frisar). Possuo entre 30-35 anos, casado e sem filhos. Este é o meu perfil. Então